Academia Cbn - Mario Sergio Cortella

Informações:

Sinopsis

Reflexões e provocações sobre o cotidiano e as relações humanas.

Episodios

  • 'O prazer, muitas vezes, nos visita, mas a mágoa agarra-se cruelmente em nós'

    20/01/2020 Duración: 02min

    A frase do poeta inglês John Keats faz referência àquilo que nos atinge e nos perturba e, por isso, carregamos por toda a vida. Segundo Mario Sergio Cortella, é uma 'certeza dolorida' que tudo que causa mágoa permanece ao longo do tempo, porque 'ocupa as nossas entranhas'.

  • A saudade que as paixões de verão nos causam

    17/01/2020 Duración: 02min

    Para Mario Sergio Cortella, todo mundo alguma viveu já viveu um amor passageiro na juventude, e isso deixa uma marca na nossa história. Segundo ele, 'tal como as chuvas de verão', uma paixão da estação 'chega, marca, inunda e parte', mas ainda assim fica na nossa memória por toda nossa vida.

  • A suavidade expressada na arte

    16/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala que William Shakespeare é um dos exemplos mais clássicos dessa condição. Em 'Hamlet', ele constrói uma 'beleza de singularidade marcante'.

  • O poder precisa de controle

    15/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella diz que precisamos ter cautela com o que é desmedido na governança na empresa, organização familiar e na política. Ele fala que quando o poder é autorizado por uma comunidade, ganha dimensão poderosa para tomar uma decisão momentânea. Cortella lembra que Alain, pseudônimo do filósofo Frances Émile-Auguste Chartier dizia que todo poder sem controle enlouquece.

  • As pérolas não podem surgir dos mariscos

    13/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella explica o conceito de Fonte precisa. Ele explica que situações, ideias e projetos só vão ter origem de um local que tenha condição de emanar. Uma pérola é originada dentro da ostra quando há uma irritação de um grão de areia. Mas um grão de areia nunca vai provocar uma pérola em um marisco.

  • 'Desconfio de quem, podendo, não vai à praia'

    10/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella lembra de uma frase do escritor Gilberto Amado para falar da 'condição de tropicalidade' de quem vive em países quentes, como o Brasil. Segundo ele, a literatura faz, de maneira bem-humorada, críticas à quem tem um 'caráter invernal', ou seja, pessoas que vivem dizendo que não gostam de calor.

  • O humor como forma de trazer noção a quem é sem-noção

    09/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella destaca que a crítica bem-humorada é uma maneira menos agressiva de levar as pessoas a refletir, principalmente quando elas têm uma visão deturpada da realidade. Ele lembra que muita gente defende o país dizendo que aqui é o 'melhor lugar' e que 'quem não estiver satisfeito, que saia daqui', mas alerta que esse tipo de postura é perigosa porque impede que a nação seja mais 'respeitosa e respeitante'.

  • A literatura que, de fato, ajuda é aquela que permite a reflexão

    08/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella destaca o papel dos livros na revisão de posturas. Segundo o comentarista, eles ainda permitem o encantamento com as construções e o passeio pelo tempo e pela história, fazendo com que o leitor saia da realidade vivida.

  • Ambição desmedida não é boa para ninguém

    07/01/2020 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella explica que as pessoas que não cabem em si mesmas, quando acham que são maiores do que são, acabam produzindo perturbação.

  • Pensar o próprio pensamento pode melhorar a comunicação

    06/01/2020 Duración: 02min

    O escritor Robert Blanché já dizia que um homem inteligente pensa uma vez antes de falar duas vezes.

  • Parada colorida: a natureza próxima

    03/01/2020 Duración: 02min

    O espírito do recesso neste período de verão e férias. Uma interrupção para a revitalização.

  • Paixão imediata, o lamento justo

    02/01/2020 Duración: 02min

    Reinvenções como o réveillon nos levam a lembranças ligadas ao afeto

  • Desejo de paz e fraternidade para o ano novo precisa de fatos e feitos

    01/01/2020 Duración: 02min

    É preciso que isso seja edificado para que seja factível, diz Mario Sergio Cortella.

  • '2019 foi um ano de aprendizado'

    31/12/2019 Duración: 08min

    Um ciclo se fecha e outro se abre, diz Mario Sergio Cortella. 'Foi um ano para se aprender no campo da política e da convivência. Os livros precisam vencer as armas'.

  • Colecionamos tempos e a arte se encarrega de lidar com isso

    31/12/2019 Duración: 02min

    O que nos sobra quando o tempo passa. O que fizemos. O que deixamos de fazer. O que gostaríamos de ter feito. Nós colecionamos minutos.

  • Expectativa falha: a decepção expressiva

    30/12/2019 Duración: 02min

    A decepção é muito mais nítida após termos tempo para avaliar o que fizemos.

  • Como aproveitar melhor o recesso de fim de ano

    27/12/2019 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella diz que essa 'parada estratégica' oferece não só um descanso físico, mas também a possibilidade de reordenação das ideias. Segundo ele, é também uma chance de sair da rotina e descobrir outras paisagens.

  • 'Quem o feio ama, bonito lhe parece'

    26/12/2019 Duración: 02min

    A frase popular diz respeito ao gosto individual, ou seja, à ideia de 'afeto específico' que, segundo Mario Sergio Cortella, faz com que a gente aprecie algumas coisas e rejeite outras. Segundo o comentarista, é por isso que não se pode estruturar as preferências de forma universal.

  • 'Quem tem ouvidos para ouvir, ouça'

    25/12/2019 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella menciona a frase, que está no Novo Testamento da Bíblia cristã, para falar daquilo que, quando ouvimos, não só prestamos atenção como serve para a nossa reflexão e aprendizado. 'Tenha a capacidade de notar o que precisa ser notado', afirma ele.

  • A prática amoral

    24/12/2019 Duración: 02min

    Mario Sergio Cortella fala da conduta sobre a qual a gente não pode debruçar uma avaliação ou juízo de circunstância ética. Segundo ele, é uma 'ação neutra que não tem qualquer tipo de efeito no ponto de chegada ou de princípio no ponto de partida de natureza ética' e se diferencia do imoral, que ofende a 'saudabilidade de uma convivência coletiva'.

página 20 de 20