Café Brasil Podcast

  • Autor: Vários
  • Narrador: Vários
  • Editor: Podcast
  • Duración: 2441:19:30
  • Mas informaciones

Informações:

Sinopsis

Programa Café Brasil, que trata de comportamento, cidadania, política e cultura brasileiras, misturando o melhor da Música Popular Brasileira com reflexões do apresentador, o escritor e palestrante Luciano Pires. Eleito em 2008 e 2009 como o Melhor Podcast de Entretenimento e Variedades no Prêmio Podcast Brasil

Episodios

  • 006 – Meu Cafezinho tem Gostinho de Saudade

    16/10/2006 Duración: 25min

    O programa da semana fala das raízes da gente. Fala de caipiras e de lembranças de infância. E de quebra ainda conta um pouco da história de João Pacífico um de nossos maiores compositores sertanejos. O programa podia muito bem começar com os versos de Zé Geraldo em Senhorita: Aqui é pequeno mas dá pra nós dois, e se for preciso a gente aumenta depois. Tem um violão que é pras noites de lua, tem uma varanda que é minha e que é sua. Na trilha, Elis Regina. Renato Teixeira. Francisco Alves. João Pacífico. Cascatinha e Inhana. Viola Quebrada. Raul Torres Com 25 minutos de duração, o Programa Café Brasil tem produção e apresentação de Luciano Pires.  See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 005 – Vozes do Brasil

    09/10/2006 Duración: 25min

    O programa desta semana trata da importância da comunicação em nosso dia a dia, imaginando como seria interessante se todos os profissionais tivessem um pouco de jornalista em suas atitudes. Também traz uma receita, a Teoria dos 4 Rês: RELEVÂNCIA, RESPONSABILIDADE, RESERVA e RESSONÂNCIA para que nos protejamos ao receber as informações trazidas pela mídia. Na segunda parte do programa, uma viagem às vozes famosas que fizeram a história do rádio no Brasil. Com Vicente Celestino, Odair Batista, Osmar Santos, Lauro Borges e Joaquim Silvério de Castro Barbosa com sua PRK-309 e uma novela dos anos 40. Se você tem mais de 40 anos, vai se emocionar com algumas lembranças. Se tem menos de 40, vai perceber como eram geniais os profissionais que 30, 40, 60 anos atrás faziam o rádio no Brasil. Com produção e apresentação de Luciano Pires.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 005 – Vozes do Brasil

    09/10/2006 Duración: 25min

    O programa desta semana trata da importância da comunicação em nosso dia a dia, imaginando como seria interessante se todos os profissionais tivessem um pouco de jornalista em suas atitudes. Também traz uma receita, a Teoria dos 4 Rês: RELEVÂNCIA, RESPONSABILIDADE, RESERVA e RESSONÂNCIA para que nos protejamos ao receber as informações trazidas pela mídia. Na segunda parte do programa, uma viagem às vozes famosas que fizeram a história do rádio no Brasil. Com Vicente Celestino, Odair Batista, Osmar Santos, Lauro Borges e Joaquim Silvério de Castro Barbosa com sua PRK-309 e uma novela dos anos 40. Se você tem mais de 40 anos, vai se emocionar com algumas lembranças. Se tem menos de 40, vai perceber como eram geniais os profissionais que 30, 40, 60 anos atrás faziam o rádio no Brasil. Com produção e apresentação de Luciano Pires.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 005 – Vozes do Brasil

    09/10/2006 Duración: 25min

    O programa desta semana trata da importância da comunicação em nosso dia a dia, imaginando como seria interessante se todos os profissionais tivessem um pouco de jornalista em suas atitudes. Também traz uma receita, a Teoria dos 4 Rês: RELEVÂNCIA, RESPONSABILIDADE, RESERVA e RESSONÂNCIA para que nos protejamos ao receber as informações trazidas pela mídia. Na segunda parte do programa, uma viagem às vozes famosas que fizeram a história do rádio no Brasil. Com Vicente Celestino, Odair Batista, Osmar Santos, Lauro Borges e Joaquim Silvério de Castro Barbosa com sua PRK-309 e uma novela dos anos 40. Se você tem mais de 40 anos, vai se emocionar com algumas lembranças. Se tem menos de 40, vai perceber como eram geniais os profissionais que 30, 40, 60 anos atrás faziam o rádio no Brasil. Com produção e apresentação de Luciano Pires.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 005 – Vozes do Brasil

    09/10/2006 Duración: 25min

    O programa desta semana trata da importância da comunicação em nosso dia a dia, imaginando como seria interessante se todos os profissionais tivessem um pouco de jornalista em suas atitudes. Também traz uma receita, a Teoria dos 4 Rês: RELEVÂNCIA, RESPONSABILIDADE, RESERVA e RESSONÂNCIA para que nos protejamos ao receber as informações trazidas pela mídia. Na segunda parte do programa, uma viagem às vozes famosas que fizeram a história do rádio no Brasil. Com Vicente Celestino, Odair Batista, Osmar Santos, Lauro Borges e Joaquim Silvério de Castro Barbosa com sua PRK-309 e uma novela dos anos 40. Se você tem mais de 40 anos, vai se emocionar com algumas lembranças. Se tem menos de 40, vai perceber como eram geniais os profissionais que 30, 40, 60 anos atrás faziam o rádio no Brasil. Com produção e apresentação de Luciano Pires.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 004 – Sucesso

    02/10/2006 Duración: 24min

    O programa trata do SUCESSO, abrindo com uma reflexão de Voltaire: Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras. Bin Laden é um profissional bem sucedido? As bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki foram um sucesso? Hitler foi um sucesso? O gol com a mão do Maradona na Copa do Mundo foi um sucesso? Fernandinho Beira Mar é um sucesso ? É possível definir sucesso como a capacidade de levar a cabo com eficiência as ações a que você se propõe? Ou sucesso terá um significado mais profundo? A discussão sobre sucesso e fama, combinados com um comportamento ético, dá a tônica do programa, que apresenta um manifesto de Guilherme Arantes sobre a questão de estar ou não estar na mídia e o significado do sucesso para o artista. Uma música de Luiz Tatit (Felicidade) incorporada ao programa é imperdível! A trilha apresenta músicas de Sá, Rodrix e Guarabyra, Tonico e Tinoco, Guilherme Arantes com Paulo Leminski e a banda recifense Afonjah é mole? Só no Café Brasil, não é mesmo? Com

  • 004 – Sucesso

    02/10/2006 Duración: 24min

    O programa trata do SUCESSO, abrindo com uma reflexão de Voltaire: Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras. Bin Laden é um profissional bem sucedido? As bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki foram um sucesso? Hitler foi um sucesso? O gol com a mão do Maradona na Copa do Mundo foi um sucesso? Fernandinho Beira Mar é um sucesso ? É possível definir sucesso como a capacidade de levar a cabo com eficiência as ações a que você se propõe? Ou sucesso terá um significado mais profundo? A discussão sobre sucesso e fama, combinados com um comportamento ético, dá a tônica do programa, que apresenta um manifesto de Guilherme Arantes sobre a questão de estar ou não estar na mídia e o significado do sucesso para o artista. Uma música de Luiz Tatit (Felicidade) incorporada ao programa é imperdível! A trilha apresenta músicas de Sá, Rodrix e Guarabyra, Tonico e Tinoco, Guilherme Arantes com Paulo Leminski e a banda recifense Afonjah é mole? Só no Café Brasil, não é mesmo? Com

  • 004 – Sucesso

    02/10/2006 Duración: 24min

    O programa trata do SUCESSO, abrindo com uma reflexão de Voltaire: Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras. Bin Laden é um profissional bem sucedido? As bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki foram um sucesso? Hitler foi um sucesso? O gol com a mão do Maradona na Copa do Mundo foi um sucesso? Fernandinho Beira Mar é um sucesso ? É possível definir sucesso como a capacidade de levar a cabo com eficiência as ações a que você se propõe? Ou sucesso terá um significado mais profundo? A discussão sobre sucesso e fama, combinados com um comportamento ético, dá a tônica do programa, que apresenta um manifesto de Guilherme Arantes sobre a questão de estar ou não estar na mídia e o significado do sucesso para o artista. Uma música de Luiz Tatit (Felicidade) incorporada ao programa é imperdível! A trilha apresenta músicas de Sá, Rodrix e Guarabyra, Tonico e Tinoco, Guilherme Arantes com Paulo Leminski e a banda recifense Afonjah é mole? Só no Café Brasil, não é mesmo? Com

  • 004 – Sucesso

    02/10/2006 Duración: 24min

    O programa trata do SUCESSO, abrindo com uma reflexão de Voltaire: Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também ter boas maneiras. Bin Laden é um profissional bem sucedido? As bombas atômicas em Hiroxima e Nagasaki foram um sucesso? Hitler foi um sucesso? O gol com a mão do Maradona na Copa do Mundo foi um sucesso? Fernandinho Beira Mar é um sucesso ? É possível definir sucesso como a capacidade de levar a cabo com eficiência as ações a que você se propõe? Ou sucesso terá um significado mais profundo? A discussão sobre sucesso e fama, combinados com um comportamento ético, dá a tônica do programa, que apresenta um manifesto de Guilherme Arantes sobre a questão de estar ou não estar na mídia e o significado do sucesso para o artista. Uma música de Luiz Tatit (Felicidade) incorporada ao programa é imperdível! A trilha apresenta músicas de Sá, Rodrix e Guarabyra, Tonico e Tinoco, Guilherme Arantes com Paulo Leminski e a banda recifense Afonjah é mole? Só no Café Brasil, não é mesmo? Com

  • 003 – O Livro

    25/09/2006 Duración: 25min

    Desta vez o Café Brasil trata de livros. E fundamenta-se nos escritos de Henry Thoreau: Somos subeducados, atrasados e analfabetos; e neste particular confesso que não faço grande distinção entre a ignorância do meu concidadão que não sabe absolutamente ler nada, e a ignorância do que apenas aprendeu a ler o que se destina a crianças e inteligências medíocres. Deveríamos estar à altura dos grandes da Antiguidade, mas em parte por saber primordialmente quão grandes eles foram. Somos uma raça de homens-passarinhos; nos nossos vôos intelectuais mal nos alçamos um pouco acima das colunas do jornal. Nem todos os livros são tão insípidos como os seus leitores. É provável que haja palavras endereçadas exatamente à nossa condição, as quais, se de fato pudéssemos ouvi-las e entendê-las, seriam mais salutares às nossas vidas que a própria manhã ou a Primavera, revelando-nos talvez uma face inédita das coisas. Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro! O programa é embalado co

  • 003 – O Livro

    25/09/2006 Duración: 25min

    Desta vez o Café Brasil trata de livros. E fundamenta-se nos escritos de Henry Thoreau: Somos subeducados, atrasados e analfabetos; e neste particular confesso que não faço grande distinção entre a ignorância do meu concidadão que não sabe absolutamente ler nada, e a ignorância do que apenas aprendeu a ler o que se destina a crianças e inteligências medíocres. Deveríamos estar à altura dos grandes da Antiguidade, mas em parte por saber primordialmente quão grandes eles foram. Somos uma raça de homens-passarinhos; nos nossos vôos intelectuais mal nos alçamos um pouco acima das colunas do jornal. Nem todos os livros são tão insípidos como os seus leitores. É provável que haja palavras endereçadas exatamente à nossa condição, as quais, se de fato pudéssemos ouvi-las e entendê-las, seriam mais salutares às nossas vidas que a própria manhã ou a Primavera, revelando-nos talvez uma face inédita das coisas. Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro! O programa é embalado co

  • 003 – O Livro

    25/09/2006 Duración: 25min

    Desta vez o Café Brasil trata de livros. E fundamenta-se nos escritos de Henry Thoreau: Somos subeducados, atrasados e analfabetos; e neste particular confesso que não faço grande distinção entre a ignorância do meu concidadão que não sabe absolutamente ler nada, e a ignorância do que apenas aprendeu a ler o que se destina a crianças e inteligências medíocres. Deveríamos estar à altura dos grandes da Antiguidade, mas em parte por saber primordialmente quão grandes eles foram. Somos uma raça de homens-passarinhos; nos nossos vôos intelectuais mal nos alçamos um pouco acima das colunas do jornal. Nem todos os livros são tão insípidos como os seus leitores. É provável que haja palavras endereçadas exatamente à nossa condição, as quais, se de fato pudéssemos ouvi-las e entendê-las, seriam mais salutares às nossas vidas que a própria manhã ou a Primavera, revelando-nos talvez uma face inédita das coisas. Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro! O programa é embalado co

  • 003 – O Livro

    25/09/2006 Duración: 25min

    Desta vez o Café Brasil trata de livros. E fundamenta-se nos escritos de Henry Thoreau: Somos subeducados, atrasados e analfabetos; e neste particular confesso que não faço grande distinção entre a ignorância do meu concidadão que não sabe absolutamente ler nada, e a ignorância do que apenas aprendeu a ler o que se destina a crianças e inteligências medíocres. Deveríamos estar à altura dos grandes da Antiguidade, mas em parte por saber primordialmente quão grandes eles foram. Somos uma raça de homens-passarinhos; nos nossos vôos intelectuais mal nos alçamos um pouco acima das colunas do jornal. Nem todos os livros são tão insípidos como os seus leitores. É provável que haja palavras endereçadas exatamente à nossa condição, as quais, se de fato pudéssemos ouvi-las e entendê-las, seriam mais salutares às nossas vidas que a própria manhã ou a Primavera, revelando-nos talvez uma face inédita das coisas. Quantos homens não inauguraram uma nova etapa na vida a partir da leitura de um livro! O programa é embalado co

  • 002 – Saudade Dói

    18/09/2006 Duración: 25min

    Um programa dedicado à saudade, que abre com uma frase deliciosa de Mário Quintana: Para sempre é muito tempo. O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempoProduzido e apresentado por Luciano Pires, o programa tem textos, poesias e músicas de Rubem Alves, Neusa Cardoso, Amacio Mazzaropi com Elpídio dos Santos, Miguel Falabella, Beto Caletti e o Trio Melero, Miguéz e Iovino e Marlene Dietrich Você vai se surpreender, emocionar e refletir sobre questões que são esquecidas em nosso dia a dia.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 002 – Saudade Dói

    18/09/2006 Duración: 25min

    Um programa dedicado à saudade, que abre com uma frase deliciosa de Mário Quintana: Para sempre é muito tempo. O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempoProduzido e apresentado por Luciano Pires, o programa tem textos, poesias e músicas de Rubem Alves, Neusa Cardoso, Amacio Mazzaropi com Elpídio dos Santos, Miguel Falabella, Beto Caletti e o Trio Melero, Miguéz e Iovino e Marlene Dietrich Você vai se surpreender, emocionar e refletir sobre questões que são esquecidas em nosso dia a dia.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 002 – Saudade Dói

    18/09/2006 Duración: 25min

    Um programa dedicado à saudade, que abre com uma frase deliciosa de Mário Quintana: Para sempre é muito tempo. O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempoProduzido e apresentado por Luciano Pires, o programa tem textos, poesias e músicas de Rubem Alves, Neusa Cardoso, Amacio Mazzaropi com Elpídio dos Santos, Miguel Falabella, Beto Caletti e o Trio Melero, Miguéz e Iovino e Marlene Dietrich Você vai se surpreender, emocionar e refletir sobre questões que são esquecidas em nosso dia a dia.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 002 – Saudade Dói

    18/09/2006 Duración: 25min

    Um programa dedicado à saudade, que abre com uma frase deliciosa de Mário Quintana: Para sempre é muito tempo. O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempoProduzido e apresentado por Luciano Pires, o programa tem textos, poesias e músicas de Rubem Alves, Neusa Cardoso, Amacio Mazzaropi com Elpídio dos Santos, Miguel Falabella, Beto Caletti e o Trio Melero, Miguéz e Iovino e Marlene Dietrich Você vai se surpreender, emocionar e refletir sobre questões que são esquecidas em nosso dia a dia.See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 001 - Mídia e Baixaria

    05/09/2006 Duración: 25min

    Café Brasil 001 - Mídia e baixaria. Existem duas formas de espalhar a luz: ser a vela ou ser o espelho que reflete a vela. Este foi o primeiro Cafe´Brasil em podcast, que foi ao ar em setembro de 2006, discutindo mídia e baixaria. É fascinante ouvir hoje e tentar descobrir o que mudou...See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 001 - Mídia e Baixaria

    05/09/2006 Duración: 25min

    Café Brasil 001 - Mídia e baixaria. Existem duas formas de espalhar a luz: ser a vela ou ser o espelho que reflete a vela. Este foi o primeiro Cafe´Brasil em podcast, que foi ao ar em setembro de 2006, discutindo mídia e baixaria. É fascinante ouvir hoje e tentar descobrir o que mudou...See omnystudio.com/listener for privacy information.

  • 001 - Mídia e Baixaria

    05/09/2006 Duración: 25min

    Café Brasil 001 - Mídia e baixaria. Existem duas formas de espalhar a luz: ser a vela ou ser o espelho que reflete a vela. Este foi o primeiro Cafe´Brasil em podcast, que foi ao ar em setembro de 2006, discutindo mídia e baixaria. É fascinante ouvir hoje e tentar descobrir o que mudou...See omnystudio.com/listener for privacy information.

página 222 de 223